Translate

14 de agosto de 2016

♥ Acolher sempre... ♥



Realmente não dá para viver sem a ternura:

- De um olhar

- De uma compreensão

- De uma relação doadora

- De palavras e gestos incentivadores

- Do amor sem exigências ou cobranças

Isso tudo são alimentos essenciais

Ao prazer pelo simples acontecer

Ao segredo das palavras não ditas

Para recriarmos ambientes de crescimento

Para almas que se complementam

No silêncio da ternura.

Célia Rangel

13 comentários:

  1. Oi Chica! Muito lindo esse poema da nossa amiga Célia! Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Chica... "com muita ternura"...
    Ótimo domingo!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Chica.
    Belíssimo poema da Célia, não podemos viver sem acolher e sem ternura no coraçao. Um lindo domingo as duas. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Chica,
    Grandes ensinamentos de Célia.
    A ternura derruba todas as barreiras, derrete o gelo das incompreensões e animosidades.
    A ternura é filha do amor.
    Beijinhos e um óptimo domingo.
    Ailime

    ResponderExcluir
  5. Que lindo!!!
    São palavras que faz muita falta ao ser humano ultimamente.

    Beijinhos lindinha.

    ResponderExcluir
  6. Palavras e foto muito bonitas!
    Feliz domingo dos Pais!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Realmente. Não dá para viver sem o propósito da vida, que é amar e relacionar-se. Muito bonito.

    ResponderExcluir
  8. Lindo Chica,a ternura faz a vida mais leve e feliz!
    Um abraço
    Amara

    ResponderExcluir
  9. Linda partilha da Célia aqui Chica.
    São atributos para uma estabilidade emocional.
    Gostei.
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Essa é a Célia...
    beijo para as duas! E com meu carinho.

    ResponderExcluir
  11. Que lindo Chica! Parabéns para ela e para Ti! Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Totalmente de acordo consigo,
    querida amiga.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderExcluir